Veja dicas para nao ter dor de cabeca ao fazer uma reforma em casa

Home » Casa » Veja dicas para nao ter dor de cabeca ao fazer uma reforma em casa

Por algumas semanas (ou meses) problemas diários aparecerão, além de imprevistos e gastos que não estavam no orçamento.

width=300Quando alguma reforma precisa ser feita em casa, por menor que seja, começa um período de dores de cabeça. Por algumas semanas (ou meses) problemas diários aparecerão, além de imprevistos e gastos que não estavam no orçamento. Para que um simples reparo nao o deixe no vermelho, veja essas dicas de especialistas: 1- Escolha um profissional com boas referencias e que possa auxiliar tanto

na fase de planejamento quando de execução. Ele vai visitar o local, conversar com você, entender suas necessidades e atendê-lo de acordo com suas expectativas. 2- Se quiser mudanças estruturais e morar em apartamento, peça a planta baixa para a administradora do prédio. Isso deverá ser analisado na fase de projeto. O ideal é que um engenheiro calculista seja consultado para que possa avaliar risco e opções construtivas. 3- Pesquise preços e fique de olho nas ofertas, que são frequentes pela alta concorrência dos fornecedores de materiais de construção. 4- Para saber se a quantidade de produtos comprados é suficiente, faça um levantamento de todo o material necessário, sempre com uma margem de perda para quebras, recortes, etc. 5- Medo de que o pedreiro não saiba trabalhar com determinado material? Pergunte qual a experiência dele e visite alguma obra já executada antes de contratá-lo. Normalmente, o bom empreiteiro tem uma equipe de confiança. 6- Não se empolgue se a obra estiver dando certo e, no meio do caminho, decidir quebrar mais uma parede ali, trocar mais um piso acolá. Você poderá ter gastos excessivos e que não estavam no orçamento. 7- Você pode conseguir ótimos descontos ao comprar o material à vista ou em dinheiro, mas se estiver “apertado” de grana, saiba que existem linhas de crédito para a compra de materiais de construção oferecidas pela Caixa Econômica Federal e pelo Banco do Brasil. 8- Por mais simples que seja o serviço, faça por escrito um contrato simples dizendo que reparos serão feitos (pintura, parte elétrica, hidráulica etc), quanto será pago pelo trabalho e qual a forma de pagamento. Peça que o profissional assine duas cópias, uma para ele e outra para você arquivar.