Tudo o que voce precisa saber sobre calos e calosidades

Home » Bem-Estar » Tudo o que voce precisa saber sobre calos e calosidades

Como resposta ao atrito, pressão ou traumatismo constante, o corpo produz uma camada córnea menos sensível ao contato.

width=300A calosidade e o calo são resultados de uma reação de defesa da pele. Como resposta ao atrito, pressão ou traumatismo constante, o corpo produz uma camada córnea menos sensível ao contato. O aparecimento deles sinaliza

problemas anatômicos nos pés, modo errado de pisar ou até o uso de calçados inadequados. Saiba abaixo algumas dicas a respeito deste problema: Como reconhecê-los Os calos aparecem de forma concentrada, ocupando uma pequena região da pele. Eles têm o formato de cone. Quando o calçado ou mesmo um outro dedo fazem pressão contra o calo, a ponta do cone aperta o tecido sensível debaixo da pele, causando dor. A calosidade, que raramente dói, ocupa extensão maior que o calo. A pele se torna mais grossa para suportar a pressão do peso sobre a área, formando uma “almofadinha”. Como evitá-los Use calçados confortáveis. Consulte um ortopedista caso os calos se tornem freqüentes e doloridos. “Problemas de anatomia dos pés, de pisada errada ou de desvios dos dedos podem ser resolvidos com palmilhas ou cirurgia”, explica o ortopedista René J. Abdalla. Como tratá-los Descubra a causa com um ortopedista, podólogo e/ou dermatologista. “Lixar em casa pode piorar, pois causa uma reação traumática. Se o organismo engrossou a camada córnea como defesa, é porque foi necessário”, alerta o dermatologista Marcus Maia.