Dicas para cuidar de um filhote de cachorro

Home » Animais » Dicas para cuidar de um filhote de cachorro

Este é um guia passo-a-passo para assegurar que a transição seja tão suave para você quanto para o novo membro de sua casa.

Dicas para cuidar de um filhote de cachorroTrazer um filhote pra casa é um momento excitante para você e sua famí­lia, mas seu filhote pode se sentir um pouco confuso com todas as mudanças na vida dele. Este é um guia passo-a-passo para assegurar que a transição seja tão suave para você quanto para o novo membro de sua casa. Confira as dicas a seguir: - Preparativos para a chegada do filhote -Você deve dar a ele uma cama adequada. Uma caixa velha ou cesto colocado acima do nível do chão e longe de correntes de ar é uma cama adequada enquanto seu filhote cresce. Não gaste muito neste estágio comprando uma cama cara que ele provavelmente destruirá. O interior da cama deve ser forrado com um cobertor velho para que ele possa se aninhar em algo macio e quentinho. -A cama deve ficar em um

local relativamente quieto para que possa dormir sem ser perturbado sempre que estiver cansado. Várias pessoas acham ideal um canto na cozinha ou na sala. Pode ser boa idéia fazer paredes ao redor da cama do animal por alguns dias para criar um pequeno "esconderijo" onde ele possa se sentir seguro e fora de perigo. -Ele deve ter suas próprias vasilhas de alimento e água. Elas devem ser feitas de tal forma que ele posa comer e beber confortavelmente sem submergir o focinho e orelhas. Tenha um suprimento de alimento preparado para a chegada do animal. Pergunte ao criador o que ele está acostumado a comer. É melhor manter a mesma dieta por alguns dias. -Todos os filhotes gostam de mastigar. Este é um comportamento normal e ajuda no processo de dentição. Dê a ele alguns brinquedos só dele para impedi-lo de pegar outros itens da sua casa. Os brinquedos não precisam ser elaborados, mas assegure-se de que não sejam tóxicos, grandes o suficiente para não serem engolidos e relativamente indestrutíveis. Se ele engolir objetos, eles podem ficar presos na garganta, estômago ou intestinos e podem ser uma séria ameaça à vida dele. -Embora você não possa levar o cãozinho para passear com outros cães até que tenha completado o ciclo de vacinações, ele precisará de uma coleira e guia adequadas. A coleira deve ser macia e bem ajustada. Nos primeiros dias, ele precisará usá-la apenas por curtos perí­odos de tempo enquanto você estiver supervisionando. Ela não deve ser muito apertada, pois isso é desconfortável para o filhote, mas também não deve ficar muito solta, pois pode se enganchar em um objeto protuberante. Talvez devesse considerar uma coleira de abertura rápida. Verifique a coleira diariamente e vá soltando conforme o pescoço aumente. Não compre um enforcador para seu filhote. Se usada de forma incorreta, ela pode causar danos irreparáveis ao pescoço dele. -Você pode comprar uma escova e um pente - o tipo depende do tipo de pelagem da raça. Peça ao criador para mostrar como pentear seu filhote apropriadamente e com que tipo de equipamento. -Finalmente, assegure-se de ter anotado o nome e endereço do cirurgião veterinário. Se você não conhece um, o criador será capaz de recomendar um hospital ou clínica veterinária. -Enquanto for pequeno, mantenha tudo que possa ser perigoso fora do alcance do filhote. Ele pode cavar ou mastigar qualquer coisa que encontrar incluindo plantas e fios elétricos. -Cheque bem o seu quintal e certifique-se de que não há pequenos buracos por onde ele possa fugir. Assegure-se de que o portão fecha de forma segura e que o filhote não consiga escapar por baixo ou pelo meio dele. Piscinas e lagos devem ser cobertos. - Quando o filhote chega -É melhor pegar um filhote quando puder oferecer a ele companhia e atenção enquanto ele se acostuma à nova casa. Se o trouxer para casa de manhã, ele terá tempo de se acalmar, alimentar, brincar e cansar antes da hora de dormir. -No momento em que ele chegar, deixe que cheire o ambiente e se familiarize com seus arredores. Só depois mostre a cama dele. -A apresentação do filhote à família deve ser feita com cuidado. Este é um perí­odo difí­cil e confuso para seu filhote. Sua casa é uma profusão de visões, sons e cheiros estranhos que ele pode achar excitante, mas talvez seja um pouco demais. Ele sentirá falta da mãe, dos irmãos e irmãs e irá querer que sua famí­lia propicie a companhia, conforto e segurança que deixou para trás. Peça ao criador um pedaço do tecido onde a mãe e os filhotes dormiam para que ele sinta o cheiro de casa. Não lave este pedaço de pano por pelo menos uma semana. -Escolha um nome para ele o mais rápido possí­vel. Seja insistente e o use repetidamente enquanto fala com ele - ele logo aprenderá a responder. -Crianças novas na famí­lia precisam aprender que filhotes não são brinquedos. Você verá que o filhote brinca vigorosamente por pequenos períodos e então passa cerca de uma hora em sua cama. Dormir é tão importante para seu filhote quanto para um bebê, então não o perturbe enquanto estiver dormindo.